Fabricação e venda de peças e acessórios para carga e descarga de caminhões-tanque

Pedágios ficam mais baratos a partir de sexta-feira em quatro praças das Rodovias Anhanguera e Atílio Balbo

A partir da zero hora da próxima sexta-feira (dia 18/5), as tarifas de pedágio ficarão mais baratas em quatro praças das rodovias estaduais paulistas Anhanguera (SP 330), Atílio Balbo e Armando Salles Oliveira (SP 322). O benefício atende os veículos que utilizam diariamente os trechos dessas duas rodovias e integra a política pública da 4ª etapa do Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo que prevê uma série de benefícios e modernizações para a malha paulista. Por exemplo, na praça de Ituverava (Rodovia Anhanguera, SP-330), a redução da tarifa vai variar de R$ 2,10 (pagamento manual) a R$ 2,65 (pagamento eletrônico). Para ter ideia do que isso representa, o usuário que passa nos dias de trabalho na praça de Ituverava pode alcançar uma economia mensal de R$ 92,40 no pagamento do pedágio manual. Caso opte pelo pagamento automático, a economia pode ser de R$ 116,60 devido ao desconto adicional de 5% na tarifa. 
 
 
Isso ocorre porque, no ano passado, foram licitados dois lotes de rodovias estaduais sendo um deles o denominado “Rodovias do Centro Oeste Paulista” que inclui 299 quilômetros de trechos operados pela concessionária Vianorte desde março de 1998. Com o término do contrato da Vianorte, previsto para a zero hora do dia 18/5, a concessionária Entrevias, vencedora da nova licitação, assume essa malha no eixo entre Bebedouro, Ribeirão Preto e Igarapava já com a redução tarifária prevista contratualmente pelo Governo do Estado. Um desconto adicional de 5% será dado para todos os usuários que optarem pelo pagamento de forma eletrônica pelas cabines de cobrança automática – atualmente 56% dos motoristas já pagam o pedágio nesse modelo nas rodovias paulistas.
 
 
Tecnologia pioneira com pagamento mais justo para todos.
 
 
Entre as inovações do contrato está a adoção de um modelo pioneiro no país de “cobrança semiautomática” com foco nas motos, que passarão a pagar metade da tarifa de pedágio dos veículos de passeio. Os motociclistas terão como opção pagar por meio de uma pulseira ou um cartão equipado com chip pré-pago, evitando assim ter que tirar as luvas, manusear bolsos e bolsas e, ainda, ter que guardar o troco no momento da passagem. A adesão ao pagamento por chip é opcional. As concessões realizadas desde 2008 preveem a cobrança para motos frente ao crescimento da frota, pois os serviços prestados como socorro médico e mecânico são para todos os usuários sem distinção, tornando o modelo mais justo para todos – sendo uma das medidas que possibilitaram a redução do valor do pedágio.
 
 
 

Categorias

Treinamentos
Produtos MGN
Notícias
Na estrada
Kit Reparo
Institucional
Dicas MGN
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Assine nossa newsletter

Receba novidades e informações sobre serviços e produtos.

Alerta de cookies

Otimizamos a sua experiência durante a navegação em nosso site através do uso de cookies, que permitem fornecer funcionalidades como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade, além de aperfeiçoar a experiência do usuário por meio de vários recursos, como reconhecimento de idioma e resultados de pesquisa.
Nosso site também pode usar cookies de terceiros para enviar a publicidade mais relevante para você.
Ao continuar a navegação, entendemos que você está de acordo com referido procedimento.
Para mais informações acesse nossa Política de Privacidade.